1 de fevereiro de 2010

Cansaço


Canso-me.. A verdade é que ás vezes me canso. Canso-me de ser eu, de acordar todos os dias e ver que continuo igual, a mesma, que não mudo nada. Canso-me de ti, de vocês, de todos, porque acho que ás vezes ninguém me compreende realmente e me tenta ajudar. Canso-me da minhas reacções, que vão ser sempre as mesmas e que vão perturbar ou chatear alguém. Canso-me desta minha mania de ser perfeita, de tentar agradar toda a gente, para que depois não seja tratada com desprezo, com um olhar de indeferença. Canso-me que tente gostar se não gosto, porque ás vezes o esforço para gostar torna-se tão intenso, tão tragicamente verdadeiro que no fundo não acaba por ser nada. Canso-me de olhar e que me olhem de lado, pois todos deviamos ser iguais, mas a verdade é que a igualdade é impossivel e que nunca iremos conseguir alcançá-la plenamente. Canso-me de me desiludir, de continuamente lutar para algo e por mais que lute de não o conseguir alcançar. Canso-me do mundo, quando milhares de pessoas precisam de ajudam e nós vivemos no nosso mundinho, quase sem ter noção de que nos temos uns aos outros. Canso-me de mim, de ti, de nós, do mundo, porque ontem, hoje e amanhã o cansaço me parece duro e eterno.

2 comentários:

Ana disse...

A monotonia dos dias, nua e crua. Sem atenuantes.



Tens de arranjar um BIG Red Bull, fanas!

Beijinho *

Girl in Motion disse...

bah. às vezes também me canso. estarmos presos dentro do que speramd e nós, do que nós esperamos de nós próprios... torna-se cansativo.